O projeto de lei que aumenta a idade máxima para ingresso na carreira da Polícia Militar do Tocantins já foi apresentado três vezes. Em 2016 foi aprovado em plenário, contudo vetado pelo ex-governador Marcelo Miranda.

O deputado Elenil da Penha (MDB), na sessão desta quinta-feira, 08, disse que vai insistir para que o projeto de lei que propõe elevar a idade máxima de 30 para 35 anos para ingresso na Polícia Militar do Estado do Tocantins volte à pauta legislativa.

“Vou concentrar esforços nessa proposta para atender demandas dos milhares de candidatos que sonham com a carreira militar, mas atualmente estão ameaçados de ficar fora do certame devido ao atual limite de idade.

Queremos evitar que o tempo passe e esses jovens percam a oportunidade de ter emprego e de construir uma carreira”, alerta do deputado.

O projeto de lei que aumenta a idade máxima para ingresso na carreira da Polícia Militar do Tocantins já foi apresentado três vezes. Em 2016 foi aprovado em plenário, contudo vetado pelo ex-governador Marcelo Miranda.

Em seguida foi encaminhado, via ação popular, porém foi arquivado, por apresentar falhas nas assinaturas. E em julho deste ano reapresentado, mas arquivado recentemente na Comissão de Direitos do Consumidor.

Elenil justifica que com o avanço da medicina a ampliação das informações e da tecnologia, há comprovadamente aumento de expectativa de vida da população.

“Essa barreira não tem consonância com a realidade. Tanto é que para os demais seguimentos militares não há esse limite de idade. A legislação precisa ser adaptada à realidade”, afirmou. (Penaforte)

Deixe Seu Comentário Abaixo:

SubTenente Soley

Nascido aos 04 de abril de 1973 em Amambaí-MS. Policial Militar desde 1998, já prestou relevantes serviços para a sociedade tocantinense. Atualmente está lotado na área do 7º BPM - Batalhão Guará. Dedica-se, nas horas vagas, a escrever notícias de cunho informativo, jornalístico e político.

SubTenente Soley has 67 posts and counting. See all posts by SubTenente Soley